press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/3

Descobrimento da Ilha Grande

   A região de Angra dos Reis foi descoberta 5 dias depois do Rio de Janeiro, pelos mesmos navegantes, por uma expedição comandada por Gonçalo Coelho. Quando avistaram de longe a ponta do sino na Marambáia e a ponta do Castelhano na Ilha, tiveram a mesma impressão de quando chegaram no Rio de Janeiro, achando se tratar de uma desembocadura de rio, no entanto se deram conta de se tratar de uma Ilha, assim que chegaram no local que hoje é o centro de Angra dos Reis, onde se pode ver o outro lado do oceano.  Gonçalo chegou à região dia 6 de Janeiro de 1502, dia em que a igreja Católica comemora o dia de Santo Reis Mago,  por conta da data, nomearam o local de Angra dos Reis. 

   A Ilha Grande teve esse nome por conta de seu tamanho , sendo que os Índios que ali já habitavam também a chamavam assim, porém em tupi era chamada de Ipaum Guaçu. 

   O local foi palco de grandes batalhas entre os portugueses e os índios Tamoios, por resistirem aos comandos dos portugueses que queriam escravizar. Os tamoios eram grandes guerreiros porém não tiveram sucesso nas batalhas e foram exterminados pelos portugueses. Essas batalhas duraram de 1554 a 1567.

  O local era ideal para os navegantes portugueses, espanhóis, ingleses, franceses e holandeses, por suas calmas águas, podendo aportar com tranquilidade suas embarcações.

  Em 1559, Dom Vicente da Fonseca foi enviado pelo Rei de Portugal para tomar posse e administrar o local.